sexta-feira, dezembro 03, 2004

Discurso proferido na inauguração da exposição de artistas búlgaros (Palácio Galveias)


Senhor Presidente da República da Bulgária
Excelência
Excelentíssima Comitiva Presidencial
Minhas Senhoras e meus Senhores

A Câmara Municipal de Lisboa e a população da Cidade agradecem a Vossa Excelência, Senhor Presidente, ter querido fazer-se acompanhar, na sua visita de Estado a Portugal, de obras de dois ilustres artistas plásticos búlgaros, um pintor e um escultor.

As relações entre os Estados só atingem a sua máxima dimensão quando se reflectem no conhecimento recíproco dos respectivos povos, nomeadamente através da sua riqueza cultural, nas artes, na música, na literatura, em todas as manifestações da criatividade humana.

No momento em que a cidade de Lisboa tem a honra de receber Vossa Excelência, Senhor Presidente, e que a uma das novas avenidas da Cidade é dado o nome da República da Bulgária, a oportunidade dada ao público de Lisboa de conhecer a obra de dois nomes cimeiros da arte búlgara actual constitui sem dúvida um excelente contributo para o aprofundamento das relações entre os nossos dois povos.

Desejando que esta exposição tenha o êxito que merece junto do público, reitero os agradecimentos da Câmara Municipal de Lisboa por nos ter sido proporcionada esta ocasião, esperando que também a arte portuguesa possa ser recebida em Sófia numa próxima oportunidade.

Muito obrigada.