terça-feira, fevereiro 01, 2005

Imprensa: balanço do plano de apoio aos sem-abrigo durante a vaga de frio


Notícia da Agência Lusa, da autoria da jornalista Joana Haderer: Espaço de acolhimento da Câmara recebeu 144 sem-abrigo por dia. O espaço de acolhimento temporário criado pela Câmara de Lisboa durante a vaga de frio da semana passada recebeu uma média diária de 144 pessoas sem-abrigo, divulgou hoje o município.
O espaço, que funcionou no Palácio da Folgosa, na Rua da Palma, 169, entre terça e sexta-feira, das 13:00 às 21:00, acolheu um total de 221 pessoas, que ali procuraram abrigo do frio e receberam roupa e alimentos quentes.
Dos sem-abrigo que se dirigiram a este espaço, 71 foram encaminhados para os centros municipais de acolhimento do Arco Carvalhão e do Beato, afirma o gabinete da vereadora da Acção Social, Helena Lopes da Costa, em comunicado hoje divulgado.
Neste local funcionou ainda um ponto de recolha de alimentos, vestuário e agasalhos, além de diagnósticos de saúde dos sem-abrigo, realizados pelos Médicos do Mundo, Centro de Diagnóstico Pneumológico e enfermeiros do Hospital dos Capuchos.
Para a responsável municipal, estes dados "vêm confirmar os dados obtidos num estudo sobre população de rua efectuado no dia 30 de Novembro de 2004, revelando que houve uma diminuição de cerca de 50 por cento comparativamente ao estudo realizado em 2000".
De acordo com o estudo recentemente elaborado, existem na cidade cerca de 900 sem-abrigo.
Na opinião de Helena Lopes da Costa, os resultados da vaga de frio "confirmam que as respostas institucionais existentes no âmbito do Plano LX - Plano Municipal de Prevenção e Inclusão de Toxicodependentes e Sem-Abrigo, nomeadamente o número de camas (558) disponíveis nos centros de abrigo municipais, são suficientes para as necessidades identificadas, mesmo em situações de emergência como a da semana passada".
Além da tenda na Rua da Palma, a Câmara disponibilizou mais 144 camas nos centros municipais de abrigo do Arco Carvalhão (100 camas), Xabregas (14) e Beato (30).
Durante a vaga de frio, foram reforçadas as equipas que percorrem diariamente as ruas lisboetas para apoiar os sem-abrigo.
Esta acção decorreu em colaboração com as instituições que são parceiras da autarquia no plano municipal, como os Médicos do Mundo, Serviço Jesuíta aos Refugiados, Movimento ao Serviço da Vida, Associação Futuro Autónomo, Associação Novos Rostos-Novos Desafios, Legião da Boa Vontade, Exército da Salvação, Centro Fonte da Prata, Comunidade Vida e Paz e Vitae - Centro de Acolhimento do Beato.

Para consultar mais notícias sobre este tema veja os seguintes links:
Jornal de Notícias, Portugal Diário. Poderá também consultar a edição de papel de hoje do jornal Notícias da Manhã.