quinta-feira, julho 07, 2005

Intervenção na Câmara de Vereadores de Salvador da Bahía

Minhas senhoras e meus senhores

Quis a coincidência das datas que a nossa Assembleia Geral coincidisse com as comemorações dos 20 anos da nossa UCCLA.

Hoje, reunidos em sessão solene em comemoração deste evento neste belíssimo edifício da Câmara dos Vereadores da Cidade de Salvador, prestamos homenagem a todos os que nos antecederam nesta organização. E cumpre dizê-lo, agradecer a ideia do vereador José Carlos Fernandes, que com a sua proposta, quis associar Salvador a este magnífico evento.

Em vinte anos, assistimos a mudanças profundas no mundo que nos rodeia. Muros caíram, regimes mudaram, novas ideias surgiram.

Mas, infelizmente, tal não quer dizer que o mundo em que hoje vivemos seja um lugar mais seguro. O conflito latente entre ocidente e oriente desapareceu e com ele o mundo virou as suas preocupações e receios para outros níveis.

Por isso, não é de estranhar que palavras como globalização, conflito norte-sul e cooperação ganhem hoje em dia renovada actualidade.

Como sabemos, as mudanças que assistimos nestas últimas duas décadas não fizeram com que as desigualdades e as injustiças sociais desaparecessem. Mas hoje estamos em permanente comunicação com o que nos rodeia. Podemos estar tecnologicamente próximos, apesar de geograficamente distantes.

E hoje, empresas, cidadãos, governos e países assumem claramente preocupações de responsabilidade social. Actualmente estamos mais solidários, mais justos e mais preocupados com a realidade que nos rodeia.

Nesse sentido, a importância da UCCLA no mundo em que vivemos não deve ser considerada despiciente. A UCCLA tem a capacidade, os meios e a vontade de ser um interlocutor privilegiado junto de quem está disposto a ajudar quem mais precisa e de canalizar esta ajuda para que esta seja, de facto, útil aos mais necessitados.

É por isso que a UCCLA encara os próximos tempos com o necessário optimismo. Porque sabemos que, com a ajuda de todos podemos cumprir com coragem e dignidade o sonho do Eng.º. Nuno Kruz Abecassis.
(Salvador da Bahía, 7 de Julho de 2005)